O Wagner Moura vai falar com você!

Será que é mesmo tão difícil informar toda essa galera uma vez por semana?

Parece que hoje é o dia do Operador de Telemarketing. Essa figura quase onipresente em nossa vida é uma das maiores vítimas da escassez de Comunicação Interna em algumas organizações.

No fim de 2010, decidi aceitar uma excelente promoção da TIM que garantia um belo desconto na compra de um smartphone. De uma hora pra outra meu aparelho pifou, então tinha muita urgência nessa transação.

A operadora gastou rios de dinheiro com a comunicação desta campanha. Nos principais shoppings do Rio havia banners enormes explicando em detalhes a transação.

Tentei comprar pelo telefone inicialmente. Não consegui. Fui até uma loja, vizinha do big banner, e também não foi possível fechar negócio. Ninguém “conhecia” a promoção.

Voltei às ligações e tentei nos mais diversos horários. Só consegui por volta das nove da noite, quando o Brasil costuma parar pra ver novela. Expliquei todo o cenário pra atendente que também negou a existência do combo promocional. Em um momento 100% cliente e quase irracional, disse a ela “olha, o Wagner Moura está apresentando a promoção na TV, vou te colocar pra falar com ele!”.

Claro que a menina do call center – funcionária de uma empresa terceirizada, distante da sede da operadora de telefonia e alocada em alguma cidade do Nordeste que oferece vantajosas contrapartidas fiscais – podia realmente não conhecer a campanha. Nem sei se o anúncio estrelado pelo Capitão Nascimento estava na grade nacional. Ela realmente não tem culpa de nada.

Enquanto o Marketing da TIM era pressionado a lançar a campanha no Natal e conquistar clientes em busca do topo do mercado, os terceirizados operadores estavam à deriva, ouvindo as mais cabeludas grosserias dos clientes. No fim, a desmotivação é geral e o serviço que já é difícil, acaba sendo executado de forma ainda pior.

Será que é muito complicado mobilizar todas as partes em situações como esta? Por que não gastar menos com propagandas de massa e investir em ações dentro da operação, como os mesmos banners, folhetos, proteções de tela promocionais, conference call com os supervisores, dias temáticos, etc. Temos tantas opções de mídia hoje em dia que chega a parecer uma piada a dificuldade em se realizar Comunicação Interna.

É bem mais sedutor chamar o Wagner Moura para estrelar uma campanha desse porte na TV, nos impressos e no PDV. Mas será que não cabia na agenda e no cachê uma visitinha do ator na operação de telemarketing da TIM? Acho que ia ter feito o maior sucesso!

Provavelmente, o Capitão Nascimento diria aos responsáveis por essa promoção: “05, se o senhor deixar essa campanha cair, o senhor vai explodir o turno inteiro. O senhor vai explodir os seus colegas, o senhor vai explodir meus auxiliares, o senhor vai me explodir. O senhor vai dormir, 05?”.

Mas quem se importa, não é mesmo? O negócio é faturar!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: